Categorias · Palavras que inspiram

Quando não volta

Constante pensamento este sobre a falta que me fazes, sobre a resposta que nunca terei, sobre o vazio que deixaste aqui dentro. Constante busca sobre um conforto no qual não terei. Busco em palavras, em livros, em imagens, cheiros, comidas, em vídeos, uma forma de estar novamente um pouco mais perto.

Falta imensa essa que me fazes, onde mesmo nos dias mais feliz, ao lembrar que já não estás aqui para compartilhar, dói. Uma grande pontada no meu peito é sentida toda vez que me deparo com situações onde eu sei que você deveria estar presente e não, eu ainda não sei lidar com isso. Talvez passe anos e eu ainda não saberei lidar, porque quando não volta, a dor é permanente.

Me vejo frequentemente pensando “o que você faria se estivesse aqui agora?”, é inevitável pensar no futuro que você teria, nas etapas da vida que você ainda teria para passar. As lágrimas são inevitáveis quando passo por algo e sei que você adoraria passar pelo mesmo e que deveria passar.

Mas agora eu preciso erguer a cabeça, eles dizem. Ainda há um longa estrada pela frente, a estrada na qual você deveria estar caminhando ao meu lado, como costumávamos fazer. Então agora, tenho caminhado devagar nesta estrada, tenho seguido em frente para chegar em um lugar no qual eu ainda não sei o que será. Tenho caminhado com passos curtos, com o pensamento lá na frente e o coração lá atrás contigo.

Porque quando não volta, desestrutura, desanima, corrói, desmorona, perde o sentido. Quando não volta, leva junto.

Me levou junto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s